Arquivo mensal: janeiro 2016

OTIMISMO

“Todavia, ninguém falava dele abertamente, por medo dos judeus.” João 7:13

flor no lago

 

As experiências da vida têm com objetivo o aperfeiçoamento do espírito. Expandir a consciência é o fim para o qual converge toda a vida em suas várias formas de manifestação.

Para viver de maneira altruísta, de forma a extrair a lição que a vida nos dá através das experimentações, é preciso ser corajoso. Ante os embates que se enfrentam na vida social e as dificuldades íntimas, é preciso coragem.

A força capaz de impulsionar o progresso está dentro de cada um dos filhos de Deus.

Recuar ante a grandeza da vida é covardia. Recusar-se a testemunhar o bem maior é atentar contra si mesmo.

O homem é levado pelo caudal das experiências rumo a um futuro cada vez mais brilhante. É chamado a contribuir e construir um mundo melhor. Isso começa naturalmente dentro de si mesmo, através de sua postura íntima.

Há necessidade de se enfrentar. Assumir a postura íntegra e digna perante si mesmo. A vida pede respostas. Os obstáculos são colocados no percurso de um atleta a fim de que os supere.

Assumir uma situação interior de dignidade é ter coragem de vencer os obstáculos e alcançar a vitória sobre as próprias limitações.

O medo retrai as energias da alma, impedindo o ser humano de progredir.

Pulverizar otimismo nas experiências diárias é um convite que é feito a todo momento.

Não importa a natureza do problema ou a espécie de dificuldade.

Ninguém é incapaz de realizações superiores.

Todos têm em si mesmos os recursos necessários para vencer. Somente tenhamos cuidado para que, a pretexto de sermos vencedores, não magoemos ou firamos aqueles que se consideram vencidos. Havendo a necessidade de subir ou crescer, saibamos respeitar os que sintonizam com aquilo que chamamos de retaguarda. Todos têm imenso caminho a percorrer, e as possibilidades de vitória ou de derrota estão dentro de cada um.

Tenhamos a coragem de assumir a vitória na vida.

Robson Pinheiro pelo espírito de Alex Zarthú

Venceremos

ACALMAR-SE PELA MENTALIZAÇÃO

lago

Vence a intranquilidade, a preocupação, o nervosismo, o estresse.

Não permitas que se apoderem de ti.

Se quiserem se aproximar, reage, afasta-te do rebuliço, acomoda-te, respira profundamente, fecha os olhos e imagina uma paisagem de profunda calma.

Pensa num rio bem tranquilo, margeado por árvores floridas, com galhos que se estendem sobre as águas. Há um sol distante, por detrás das árvores, e pássaros que voam de uma margem à outra, com graça e beleza. Demora-te na contemplação dessa paisagem.

Enxerga a ti mesmo ali presente e, depois, pensa na volta aos afazeres. Respira profundamente e abre os olhos.

A tua calma interior depende do uso que fazes dos teus pensamentos.

Vencerei.

Lorival Lopes

VINTE EXERCÍCIOS

image

1 – Executar alegremente as próprias obrigações.

2 – Silenciar diante da ofensa.

3 – Esquecer o favor prestado.

4 – Exonerar os amigos de qualquer gentileza para conosco.

5 – Emudecer a nossa agressividade.

6 – Não condenar as opiniões que divergem da nossa.

7 – Abolir qualquer pergunta maliciosa ou desnecessária.

8 – Repetir informações e ensinamentos sem qualquer azedume.

9 – Treinar a paciência constante.

10 – Ouvir fraternalmente as mágoas dos companheiros sem biografar nossas dores.

11 – Buscar sem afetação o meio de ser mais útil.

12 – Desculpar sem desculpar-se.

13 – Não dizer mal de ninguém.

14 – Buscar a melhor parte das pessoas que nos comungam a experiência.

15 – Alegrar-se com a alegria dos outros.

16 – Não aborrecer quem trabalha.

17 – Ajudar espontaneamente.

18 – Respeitar o serviço alheio.

19 – Reduzir os problemas particulares.

20 – Servir de boa mente quando a enfermidade nos fira.

O aprendiz da experiência terrena que quiser e puder aplicar-se, pelo menos, a alguns dos vinte exercícios aqui propostos, certamente receberá do Divino Mestre, em plena escola da vida, as mais distintas notas no curso da caridade.

SCHEILLA

Do livro Ideal Espírita, obra mediúnica psicografada pelo médium Francisco Cândido Xavier.

QUANDO SAIR DEIXE A PORTA ABERTA…

imageNão se trata aqui de deixar a porta aberta quando sairmos de um cômodo ao outro da residência, como, por exemplo, da cozinha para a sala, ou do quarto para o corredor, nestes casos, naturalmente, poderemos fechar a porta.

Trata-se de sair das inúmeras situações da vida, de relacionamentos, empregos, religiões e instituições de forma geral.
É muito comum nos relacionamentos, no emprego e até na religião, quando chega o final do ciclo e a hora de dizer adeus, uma das partes ou ambas exclamarem:
Chegou ao fim, não deu certo! Casamentos de 20, 30 anos chegam ao divórcio após renderem gargalhadas, momentos de alegria, filhos, experiências enriquecedoras tristes ou felizes e, uma pena, diz-se, que não deu certo. Como não?
No emprego a mesma coisa. O indivíduo passa mais de uma década no mesmo local de trabalho e, não raro, sai brigado a dizer que não deu certo. Como não?
O sujeito passa anos militando numa instituição religiosa, e por algumas questões deixa de frequentar o local a bradar que a experiência não foi boa, que não deu certo. Como não?
Infelizmente a ideia do não dar certo fecha as portas e desconsidera que a vida é um ciclo e o entra e sai constante. Exatamente!
Entramos e saímos, tornamos a entrar e sair novamente, encontramos e reencontramos pessoas, situações, experiências…
A reencarnação é a maior prova deste entra e sai.
Quantas vezes reencarnamos e entramos na mesma porta, com as mesmas almas a repetir experiências!
Com muita frequência, os casos de obsessão são oriundos desse “fechar as portas”, ou seja, fechar-se para a reconciliação, brecar o amor, obstruir o perdão.
Embora o esquecimento temporário de certa forma nos ajude, as experiências ficam gravadas em nosso íntimo a sinalizar as portas que deixamos fechadas, mas que, com um pouco de boa vontade poderíamos ter deixado abertas, ou, então, ao menos destrancadas, a esperar um simples empurrão do outro.
Ao sair, deixe a porta aberta, ou seja, deixe amigos, pessoas que lamentam sua partida, deixe alegria, sua competência, seu calor humano para que possam lembrar com carinho de você.
Ao sair de uma relação deixe a certeza de que deu o melhor que pôde, que fez o máximo.
Dando o melhor de si, não obstante os términos e despedidas serem dolorosos, o tempo, ao arrefecer a paixão e dar um pouco de espaço para a razão, mostrará que você foi importante na caminhada evolutiva daquela pessoa.
Portanto, a porta estará aberta.
Ao sair de algum lugar, deixe a porta aberta, deixe as janelas escancaradas, afinal, o mundo dá voltas e pode ser que num determinado momento tenhamos de entrar pela antiga porta, logo, se estiver aberta, será bem mais fácil.
Ou não???

http://www.oconsolador.com.br/ano9/446/ca8.html

ANTE OS OUTROS

image

Senhor!…

Ensina-nos a compreender a importância dos outros.

Em verdade, recolhemos de alguns as dificuldades e os problemas, no entanto, de inúmeros outros obtemos as alegrias e as bênçãos que nos enobrecem a vida.

Entre alguns outros, surpreendemos os adversários gratuitos que, por vezes, buscam entravar-nós os passos; faze-nos entender, porém, que entre muitos outros, encontramos os amigos e os benfeitores, os companheiros de ideal e trabalho, os que colaboram conosco, em nossas realizações, e os que nos aliviam nas tribulações do caminho. De alguns, temos a censura, mas de outros , procedem os estímulos ao desempenho das tarefas que nos confiastes.

Alguns nos inclinam ao pessimismo, entretanto, outros muitos nos estendem cooperação e esperança, encorajamento e carinho.

Das mãos de alguns, recebemos obstáculos que nos alarmam por momentos, no entanto, de muitos outros recebemos consolo e incentivo, apreço e aprovação para muito tempo nas trilhas do cotidiano.

Quando a nuvem da provação nos alcance, indumentos a buscar, com humildade, o socorro dos corações que nos fazem doadores da paz e da segurança de que todos necessitamos para viver, segundo os teus desígnios.

Senhor, haja o que houveram da parte de alguns para que se nos enfraqueçam as energias na estrada do próprio aperfeiçoamento, auxilia-nós a procurar o concurso dos outros com a aceitação de nossa pequenez, para que não nos faltemos oportunidades de serviço e aprimoramento, aprendizado e renovação, hoje é sempre.

Assim seja.

Meimei

Vencerei.

livro Deus Aguarda – F.C.X.

SEMPRE COM ÂNIMO

imageNão percas o bom ânimo.

Ainda que te assaltem a dificuldade, a descrença, a mágoa, busca o teu mundo interior positivo, levanta a cabeça e pensa firmemente em Deus.

MANTÉM O PENSAMENTO ALTO.

A dificuldade, mesmo grande, sempre passa, o amor sempre vence, a paz sempre volta, a boa disposição sempre resolve, e os bons objetivos, bem acalentados, sempre se realizam.

Vê tudo com bons olhos e de nada reclames. a dificuldade e a dor são instrumentos da vida para te ajudar.

Ora e segue avante.

Deus te ama e está contigo.

vencerei.

Lorival Lopes – Sempre Alegre

DIAS MELHORES

imageOs dias te parecem difíceis, enjoativos, cansativos?

Os teus dias são como uma grande tela onde projetas tuas imagens mentais, teus ânimos, tristezas e alegrias. Como resultado, quando vês o ” filme” da tua vida, ou seja, quando “verificas” o que pensaste ou fizeste, Tomás um susto, sentes cansaço ou alegria.

Sempre e sempre, lembra-te de que possuis poder suficiente para melhorar o teu “filme”, enviar novas imagens e transformar o feio em belo, o emperrado em dinâmico, o triste em alegre, o difícil em fácil.

Portanto, põe-te em campo e começa, agora mesmo, a crer em melhorias, a abrir sorrisos, aAfirma com vigor, a ver belezas e facilidades na tua vida.

Melhor vive que elogia a própria vida.

Vencerei.

Lorival Lopes – Sempre Alegre.