O GRATO PERÍODO APÓS A MATURIDADE

praia final de tarde

Viver sem ter medos.

Acreditar que estamos estagiando nesta encarnação para aprender… Como tantas já se foram e tantas virão.

Te fé. Poderosa ferramenta contra os medos.

Ler as mensagens edificantes e confiar no que se está lendo. Refletir… Buscar qual parágrafo nos chamou mais atenção, pois, é ali que devemos observar e vigiar…

A vida é assim, precisamos nos esforçar para vencer os vícios, as manias a preguiça… Fazer e sempre, aquilo que a nossa consciência sinaliza, pois ela é o farol que nos guia. Sem medos, olhando para frente. Confiando; mas também percebi que se adquire confiança, quando se está em paz com a consciência, quando o dever está cumprido.

Veja que interessante… A natureza nos impulsiona à elevação, só nos sentimos bem e próximos do Criador, quando fazemos o  bem e quando cumprimos nossos deveres.

Quanto mais força de vontade, contra nossas más tendências, mais, felizes e seguros estaremos. Venceremos.

Abaixo trago O texto que trago, intitulado “O Grato Período Após a Maturidade” me fez pensar… Olhar para dentro de mim, e enxerguei mais um pedacinho do meu eu.

Por isso escrevo, transcrevo, para você que assim como eu precisa aprender a se amar, aprender a se conhecer.

Boa Leitura!

Elaine Saes

O GRATO PERÍODO APÓS A MATURIDADE

Cínthia Cortegoso

Grande parte das pessoas não vive, pois se não está arrependida por ações do passado, a preocupação com o futuro lhe tira toda a atenção do presente. Quantos confessam, medo, perante os dias de uma idade avançada e nem gostam de pronunciar a palavra velhice. Acho graça desse sentimento. Não é o fato de envelhecer, mas, sim, as escolhas realizadas e a necessidade para a evolução do espírito. Pode ser que o pior já tenha passado e a soma das muitas décadas vividas seja calma e feliz. O estado de espírito será a bússola no alto-mar da vida, independente de idade.

Como, para quase tudo, o tempo é a oportunidade de progresso e reajustamento, para a matéria, ele naturalmente também desenvolve o desgaste… o enfraquecimento… a fragilidade, mas sem ser algo instantâneo, a adaptação é gradual com o curso e os seus estágios. De regra, ninguém amanhecerá idoso, a não ser aquele que fechou os olhos e os sentidos do coração e não quis viver.

Nenhuma preocupação quanto a isso haverá se o agora for vivenciado com valor, respeito e gratidão visto que tudo sofre a lei universal. E por haver o reconhecimento de tão nobre oportunidade é que, a partir de hoje, novo brilho a cada dia poderá iluminar o caminho, pois a luz da vida é permanente.

Sorrir mais; relevar coisas pequenas; amar além; orar; agradecer; brincar com crianças e também como crianças; querer ter mais tempo para pessoas, animais e natureza; apreciar o idoso hoje para amanhã haver alguém que nos queira acompanhar. Como desde o princípio, a qualidade das flores será de acordo com as sementes plantadas e o cuidado ministrado.

O modo como se deseja viver é reavivado continuamente. Cada um, neste momento, sabe se está vivendo favorável ou não à felicidade futura, e caso seja positiva a análise, sempre haverá algo ainda a se aprimorar, mas se por ventura a observação for negativa, haverá a oportunidade de renová-la e de com amor fazer renascer o melhor da caminhada. E pelo fato indiscutível de sermos os responsáveis por tudo em nossa vida, não poderemos reclamar… a não ser aprendermos com mais um exemplo.

Então, se algo a não mais realizar se repetir é criar expectativas estressantes e negativas quanto ao tempo das experiências. Viveremos o resultado das sementes plantadas ou ainda das escolhas necessárias para o progresso… escolhas, várias vezes, muito amenizadas pela Divina Providência.

E se o céu azul brilha sobre nós, a terra fértil nos alimenta, o vento sopra em todas as paisagens, a chuva dá vida às flores, o sorriso da criança anima o dia, bons amigos nos amparam e nos orientam e o Universo torce pelo sucesso de cada um de nós, pois bem, com muito amor pela vida, seremos idosos felizes e realizados por aproveitarmos de maneira valorosa mais uma vivência. Mas se exaustos e fragilizados estivermos pelo tempo, uma mão, doce e amiga, amorosamente nos será estendida e se ouvirá este lindo pedido: “Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei.

CÍNTHIA CORTEGOSO

cinthiacortegoso@gmail.com

BLOG https://contoecronica.wordpress.com/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s