Arquivo da categoria: Amai-vos uns aos Outros

AMAI-VOS UNS AOS OUTROS

flor2

SEM DÚVIDA, amar, seja a quem for, na convivência diária, que se nos exponha em suas mazelas, tanto quanto nos exponha em nossas limitações, é muito diferente de amar alguém que se coloque à distância de nossa realidade existencial cotidiana.

Amar, pois, é um cosntante exercício de múltiplas virtudes que nos leva à aceitação dos outros como eles são, para que, por fim, os outros  nos aceitem como somos.

Irmão José

Prefácio do livro Amai-vos uns aos outros – Carlos A. Baccelli

 

Anúncios

VACINA NATURAL

amaivosunsaosoutros

NÃO IGNORES que o teu bom humor será vacina natural contra estados nocivos de alteração  contra estados nocivos dE alteração da personalidade que, através da amargura e da indignação, possam atacar-te de inopino.

Assim, quando perceberes que a luz de teu costumeiro sorriso tende a se apagar em teu semblante, cedendo lugar à sombra taciturna da tristeza, não deixes de buscar novas motivações à alegria.

Não permaneças abatido por um tempo mais longo do que aquele que te possibilite identificar, em ti mesmo, a contrariedade que, na maioria das vezes, por quase nada, se te instale no espírito.

Não cries o hábito de te aborreceres desnecessariamente, qual se não mais soubesses viver senão sob o domínio do azedume e da queixa, que se te destilam da boca em forma de palavras sempre agressivas contra tudo e contra todos.

Recordas que, mais cedo ou mais tarde, todas as atitudes exasperadas de tua parte resultarão em teu desfavor, das quais não poderás desculpar-te simplesmente alegando que não sabias que elas haveriam de ter consequências tão graves assim.

Irmão José – Carlos A. Baccelli

Livro Amai-vos uns aos Outros